Movimento dos Cursilhos de Cristandade

No passado dia 30 de junho, mais de 180 cursilhistas dos 4 cantos da nossa Diocese reuniram-se em Ultreia Diocesana do Movimento dos Cursilhos de Cristandade-MCC, no Auditório Municipal de Proença-a-Nova, gentilmente cedido pela Câmara Municipal. 

Durante a manhã, depois da oração e da saudação inicial feita pela presidente do secretariado diocesano, foi tempo de Clara Zagalo, da Comissão Permanente do Secretariado Nacional do MCC, apresentar o tema “Cristo Conta Contigo – Para quê?”.

A entrega e o entusiasmo com que Clara Zangalo falou de «como Cristo conta connosco e para quê», levou-nos a (re)pensar no nosso Tripé cursilhista: «Oração-Estudo-Acção», como é que ele está equilibrado, porque só com o tripé bem equilibrado compreenderemos os caminhos de Jesus para cada um de nós. A coragem de arriscar, de dar a Deus o primeiro lugar e pormo-nos a caminho como Maria, despojando-nos das nossas certezas, é este o grande desafio que Deus coloca a cada um de nós em especial, e por isso é necessário parar um pouco, com a consciência de que “O Evangelho é para todos e não apenas para alguns” (Papa Francisco). Houve depois espaço para um breve plenário com algumas ressonâncias. 

Às 11h30 os cursilhistas participaram na Eucaristia dominical com a comunidade local na Igreja Matriz. Os cânticos litúrgicos da celebração foram brilhantemente entoados pelo Grupo Coral de Proença-a-Nova.

Após o almoço no Seminário do Preciosíssimo Sangue, regressámos ao Auditório Municipal. A abrir as atividades da tarde actuou o Grupo Coral de Proença-a-Nova em belíssimomomento musical de cerca de meia hora. Apresentou um reportório de genuínos temas populares e peças de craveira com arranjos do maestro Carlos Gama. 

A Ultreia foi enriquecida com o testemunho caloroso do casal Artur e Milú dos Vales de Cardigos que partilharam a sua vivência cristã em casal. Posteriormente houve um pequeno espaço para alguns cursistas dos vários núcleos da diocese partilharem a vivência do seu quarto dia. A ultreia terminou com o balanço das atividades do ano pastoral 2018-2019 e com a apresentação das atividades propostas para o próximo ano pastoral.

Este foi mais um dia em que os participantes puderam avivar atitudes do ser cristão e da sua fidelidade a Cristo nos caminhos do 4.º dia, na premissa de que «Seguir Jesus quer dizer dar-Lhe o primeiro lugar, despojando-nos das muitas coisas que sufocam o nosso coração» (Papa Francisco).

O secretariado diocesano do M.C.C. e os responsáveis pela organização da Ultreia Diocesana agradecem a todos os que de alguma forma contribuíram para o sucesso desta, e expressam especial gratidão aos responsáveis da Câmara Municipal pelo apoio dado.

https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRe6PaR97-fGkwrkm8HcHvDbfm8bkVpe458n3oLGsXMYr2KTj-G

Sandra Ribeiro

Partilhar:
Comments are closed.