23/08/2019

 

Foi concluído o levantamento aos prejuízos provocados pelos incêndios florestais/2019 no concelho da Sertã. Assim, está finalizado o primeiro passo para a ajuda às vítimas:

CONCELHO DE MAÇÃO – 5 casas de 1.ª Habitação, ardidas:

4 casas totalmente ardidas, na freguesia de Cardigos:

2 nos lugares de Sarnadas, 

1 no lugar de Azinhal  

1 no lugar de Roda

1 casa parcialmente ardida, na freguesia de Cardigos:

                        1 no lugar de Pracana da Ribeira, pertencente a um cidadão Alemão há muitos anos a residir em Portugal, naquele lugar.

 

CONCELHO DE VILA DE REI:

2 Casas de 1.ª Habitação parcialmente destruídas, na aldeia de Vale da Urra;

1 Casa de 2.ª Habitação totalmente destruída, na aldeia de Várzeas;

1 Casa de 2.ª Habitação parcialmente destruída, na aldeia da Cabeça do Poço;

20 Palheiros e armazéns agrícolas, (2-Varzeas, 3 –Relva, 1 –Eira Velha, 2 – Monte Novo, 3 – Cabeça do Poço, 1-São João do Peso, 3 – Ribeira do Algar, 4 – Vale da Urra, 1 – Relva do Boi)

7 Edificações devolutas e em ruínas, (2 Cabeça do Poço, 5 Várzeas)

 

CONCELHO DA SERTÃ:

 

                Não houve casas de 1ª habitação afetadas

2 Casas devolutas e alguns apoios agrícolas

 

O passo seguinte ocorrerá na primeira semana de setembro com uma reunião da Cáritas Diocesana, com cada uma das paróquias e com o Presidente da Câmara Municipal respetivo.

Como já referimos no Comunicado n.º 3 esta reunião visará quantificar os prejuízos e definir uma estratégia de atuação, em face das verbas disponíveis.

A verba recolhida na conta IBAN:  PT50.0036.0057.99100143379.08, até ao momento é de 6 664,90 € euros (seis mil seiscentos e sessenta e quatro euros e noventa cêntimos).

Esta verba continua a ser exígua, para podermos ajudar as vítimas dos incêndios. Por isso insistimos no apelo ao empenho das comunidades na recolha de contributos que nos permitam dar resposta aos problemas detetados e atrás descritos.

Lembramos que a Cáritas emitirá recibos dos donativos às empresas e às pessoas singulares que nos façam chegar o comprovativo do depósito e o NIF. Este recibo permitirá a inclusão na declaração de IRS nos Benefícios Fiscais.

Às pessoas que já fizeram chegar o seu donativo, a Cáritas Diocesana, em nome das famílias vitimadas, agradece o seu valioso contributo.

 

Elicídio Bilé (Presidente da Direção)

Partilhar:
Comments are closed.